Ir para conteúdo

Furduncinho

Fotos:
|
Texto: RIOetc

Gláucia Mayer é uma das responsáveis pelo Furduncinho (com seu namorado Antonio Antmaper, que também aparece nas fotos pra quem der play na seta), que anda rolando no Arpoador nos fins de tarde. A gente foi lá tomar um banho de mar depois do trabalho e bateu um papo com eles.
Furduncinho, nome que vem do funk, nada mais é do que aquela junção da galera pra dar uma animada depois de um dia de trabalho. A regra é simples: eles levam a música que dura até a bateria do som acabar.
A bagunça ou “fluxo”, como ela chama, é uma vez por semana, sempre no mesmo local, ali pertinho do parque Garota de Ipanema, nas areias.  “A idéia é criar um fluxo, como o pessoal de São Paulo chama, de pessoas, de músicas e djs, de cultura, de ambulantes… é uma forma de ocupar o espaço que é nosso”. Então vamos? Rola quarta ou sexta, caso haja sol.

Fotos: Tiago Petrik

Comentários