Ir para conteúdo

Lara, a colecionadora de afetos

Fotos:
|
Texto: RIOetc

Fotos: Tiago Petrik

[Tiago Petrik]

A primeira vez que encontramos com Lara D’Avila foi durante uma sessão de fotos para a Elle. A revista identificou a moça como “uma das novas garotas de Ipanema”, e abriu com sua imagem uma matéria de seis páginas sobre o tema. Lara, que realmente é cheia de graça, tem o frescor da tal menina descrita por Tom e Vinicius. Mas é do Leblon, e circula pela cidade inteira. Você pode encontrar a estudante de Publicidade em alguma festa no Arvrão, ali no Vidigal, na feira de São Cristóvão, na Mureta da Urca, no Instituto Moreira Salles ou no Jardim Botânico – onde ela optou por fazer essas fotos.

Uma coisa é certa: onde quer que vá, ela estará rodeada de gente. Lara é colecionadora de afetos. Materialmente falando, ela também tem “mania” de juntar as coisas de que gosta. Já teve a época dos papéis de cartas, adesivos e etiqueta; sim, ela também já escreveu tudo naquelas agendas secretas das adolescentes. “Atualmente, peço pros amigos assinarem guardanapos quando vamos a um bar ou restaurante”, diz.

A supersticiosa Lara é sagitariana, com ascendente em Gêmeos e Lua em Câncer (“amo tudo relacionado a signos, sou fã da Cláudia Lisboa”). O resultado, segundo a própria, é uma pessoa independente, que ama viajar. Morou em Roma quando tinha 18 anos, e neste período esteve também na Costa Amalfitana trabalhando com Domenico de Masi (aquele sociólogo que conceituou o “ócio criativo”); ele era o presidente do Ravello Festival, de jazz e música clássica, e ela ajudou na produção. Depois da Itália, passou uma temporada em San Francisco, na Califórnia, outro lugar que pra ela é como sua casa. Por causa do ascendente, muda muito de ideia. Fez cursos de pintura, desenho, cerâmica, fotografia e até culinária (um rápido, só de um dia, com Roberta Sudbrack). Ah, e também o de clarinete, na época de escola, por influência de Woody Allen. Recentemente, criou a Bric-à-Brac, marca de acessórios, em que exercita também a habilidade manual. Em resumo: Lara ama artes, em qualquer expressão. Aos 15 anos, em vez de uma festa, pediu para o pai, o jornalista Roberto D’Avila, uma obra para inaugurar sua coleção – que, sem nenhuma ambição, vai crescendo aos poucos. Veio uma foto (com direito a dedicatória) de Sebastião Salgado.

A Lua a deixa emotiva. “Choro à toa. E criança e velhinho conseguem qualquer coisa de mim”. A Mel, golden retriever que a acompanhava em suas corridas, também é uma saudade constante. As duas andavam juntas pra cima e pra baixo, e chegaram a ser flagradas pelo Google Street View em alguma esquina do Leblon. Mas o que combina mesmo com a Lara não é o choro, e sim a risada. Melhor dizendo: a gargalhada. Ela faz isso com uma desenvoltura contagiante.

Nome: Lara D’Avila.

Mas me chamam só de… Lara.

Idade: 23.

Faz o quê: Trabalho na Liga com o Filipe Raposo, fazemos projetos criativos (branding) e tenho uma marca de bijuteria chamada Bric a Brac (coroas de flores, colares, anéis de falange…)

Carioca da… Gema?

Lugar da cidade de que se sente dono: BB Lanches.

Cidade do mundo em que também se sente em casa: São Francisco, Califórnia.

Música que mais combina com o Rio: “Magnólia”, de Jorge Ben.

Música que mais toca no seu iPod: “Don’t wait” (Mapei)

Adoro… macacos (meu sonho é ter um de estimação rs).

Devoro… brigadeiro da Fabiana D’Angelo.

Me encharco de… saquê, quer dizer, agua de coco.

Li e recomendo: “A festa é minha e eu choro se eu quiser“, da Clara Drummond.

Vi e recomendo: “Pulp Fiction” <3 Tarantino.

Ponto da praia: Posto 12, barraca da Vanda e Grumari.

Esconderijo (antes dessa entrevista) secreto: Arvrão, Vidigal (lugar mais incrível do Rio, promessa do verão!)

Time: Mengão.

Escola de samba: Mangueira.

Bloco: Céu na Terra, em Santa Teresa. Tudo fica mais bonito e divertido.

Signo: Sagitário.

Religião: Amor.

Instrumento musical: tentei tocar clarinete no colégio só porque o Woody Allen toca e foi um desastre.

Prato preferido: Comida caseira, arroz, feijão, bife, farofa e batata frita.

Melhor vista do Rio: Pedra da Gávea.

Meio de transporte: faço quase tudo a pé.

Sonho de consumo: Dar a volta ao mundo.

Promessa pro ano novo: Ajudar mais as pessoas.

Meta para a vida: Mais qualidade, menos quantidade.

Faço o estilo… despretensiosa, pode ser clichê mas me visto muito de acordo com o meu humor.

Pro Rio ficar ainda melhor só falta… educação e segurança.

Esporte preferido: corrida.

Terapia: correr com música alta e meditação.

Quem tem a cara do Rio? Marcondes do BB Lanches.

Cor: Azul.

Flor: Girassol.

Maior dor: saudades da Mel, minha golden retriever.

Época em que gostaria de ter vivido: anos 80.

Programa de TV: sou viciada em apple tv, adoro Girls e Greys Anatomy.

Site/blog em que mais navega: Sartorialist, Hypeness, RIOetc…

Amar é… a melhor coisa do mundo principalmente quando se é correspondido.

Dia ou noite? Dia.

Liso ou estampado? Estampado.

Colorido ou P&B? Colorido.

Conforto ou elegância? Elegância.

Quem gostaria de ser por 24 horas? Beyonce :)

Pra votar na Lara, curta este post e também a foto dela no Instagram do @rioetc!

Comentários