Ir para conteúdo

Dica de viagem: Fernando de Noronha

Fotos:
|
Texto: RIOetc

Foto: Reprodução

[por Nathalie Kuperman]

Minhas dicas de … Noronha!

– Alugar um bugre. Dá total liberdade para conhecer todas as praias.

– Dependendo da época do ano: pegar jacaré na Praia do Sancho. No ano em que fui, foi eleita a praia mais bonita do Brasil. E é mesmo mais do que perfeita!

– Ver as dezenas ou centenas de golfinhos chegando em grupo para dormir na Baía dos Golfinhos de manhã bem cedinho (umas 6:30am). Alguns com filhotinhos. Coisa mais mágica…

– Pôr do sol no Forte do Boldró, inesquecível, ao som do Bolero de Ravel. Realmente inesquecível!

– Se tiver sorte de pegar lua cheia sem nuvens, deitar no chão ou na rede da pousada e admirar maravilhado o céu repleto de estrelas com um brilho incomum, a lua linda e se encantar por estar no meio do Atlântico num lugar tão abençoado.

Para levar na mala: Shorts, T-shirts de algodão bem levinhas com manga (para proteger do sol, porque não tem sombra nas praias), chinelo, filtro solar com FPS alto, chapéu, canga, garrafinha térmica de água, barras de cereal e frutas. Não tem quiosque nem ambulante em Noronha, felizmente.

Para ler: Cem Dias entre Céu e Mar, de Amyr Klink. Um relato delicioso da travessia de 6500 km da África à Bahia que Amyr fez em um minúsculo barco a remo. O livro narra os preparativos, os obstáculos, os presságios, as surpresas que cercaram essa viagem extraordinária. Simplesmente perfeito para a ocasião!

Para ouvir: Fela Kuti, Lenine.

*A foto do post é da Praia do Sancho.

OBS: Pra ver nossas outras dicas de viagem, é só clicar na tag “Dica de viagem“, aqui embaixo. Fácil, né? : )

Comentários