Ir para conteúdo

Uma rádio para o verão

Fotos:
|
Texto: RIOetc

[Galalau/Pitada] Foto de Tiago Petrik

Os termômetros de rua indicam a diferença: a mais carioca das estações do ano dá seus primeiros sinais com muitos graus centígrados à sombra. E quem mora no Rio ou está somente de passagem sente que o clima do verão já está no ar!

E toda esta energia serve de inspiração para a nova programação da Rádio RIOetc, aí na lateral direita do site, que tem Rodrigo Amarante como abre-alas. “Maná”, do disco Cavalo, tem a pegada do samba-rock dos tempos do violão suingado de Jorge Ben e decreta que se “hoje o ponto é pra cura de amor… o ponto mais forte é saber se amar”.  “Wine Glass Woman”, na sequência, é uma das poucas músicas do novo disco Where Does This Door Go, do Mayer Hawthorne, que se salva. Acho que a explicação é o leve toque do midas do balanço, Pharrell Willians, que é parceiro na canção.

“Casa” é um dos presentes da primeira bolacha do grupo Baleia, um trabalho refinado e de produção meticulosa que já foi tema da coluna. O Edward Sharpe & The Magnetic Zeros é uma banda que curto muito, sou suspeito. Aliás, vale interagir musicalmente com o site colorido deles. Gosto da mistura folk & country desta música, “That’s What’s Up”, que logo emenda na mesma vibe dos paulistas do Mustache e os Apaches que apelidam o próprio estilo como Vaudeville Folk.

A rádio muda a frequência para o novo, e ótimo, single do duo australiano Flight Facilities, “Stand Still”. O clipe, lançado há duas semanas, salva a tarde solar, porém tediosa, do menino através da realidade criada por um game virtual. A sequência tem Silva com “12 de Maio” e a festiva “Up Up Up”, dos americanos do Givers, que foi trilha do game Fifa 12, da série Glee e do lançamento do software Windows 8. Indie pop até a veia!

Marcelo Jeneci, que trouxe o ótimo “De Graça”, em 2013, marca presença ao lado da adolescente Lorde, que faz crítica ao fútil com “Million Dollar Bills”, ainda do EP de 2012, The Love Club. A descoberta mais recente pra mim de Porquê da Voz, disco do mineiro radicado no Rio César Lacerda, com “Manawê”, emendando com a pool party em Super 8 de “This Shit”, do rapper Sol, antes de chegar ao topo como o nº 1 do hip hop americano no ITunes, em 2012. E falando em rapper, D2 representa com “Está Chegando A Hora (Abre Alas)”, música que já vem bombando no dial.

Pra fechar a tampa, o duo finlandês LCMDF com o hit “Cool And Bored”, Janelle Monáe com a super dançante “Dance Apocalyptic”, do irregular The Electric Lady (2013), Tulipa Ruiz vocalizando com Lulu Santos em “Dois Cafés” e o samba malandro de Zeca Pagodinho para “O Pato” do clássico A Arca de Noé, regravado em homenagem ao centenário de Vinícius de Moraes.

 

Comentários