Ir para conteúdo

Cobertor de orelha

Fotos:
|
Texto: RIOetc

 

 

 

Foto: reprodução

[Galalau/Pitada]

Esta expressão me faz lembrar minha mãe que sempre diz isto para os casais apaixonados. Sejam amantes, namorados ou aquele(a) ficante, todos merecem um aconchego, não é? E se maio é o tradicional mês das noivas, junho é dos namorados e o 12 o número do acasalamento. Daqui do lado de baixo do Equador o clima é frio nesta época e isto é ótimo pra ficar debaixo do seu cobertorzinho de orelha. A Pitada preparou então uma seleção especial para a enamorada Rádio RIOetc.

Larissa Luz, ex-Ara Ketu e com turnê do disco solo MunDança, lançado no Rival, convida para o “Descontrole”. O aconchego começa com o duo sueco Koop no soft jazz “Come To Me” seguidos da niteroiense radicada em Sampa, Bárbara Eugênia, que trouxe um clima mais cancioneiro romântico para o seu novo disco É o Que Temos representado aqui pela faixa “Coração”. E pro carinho ficar mais gostoso tem a voz doce da parisiense Mimuniz (foto) em “Timothée”.

Pra animar os pombinhos tem o carimbozinho de Andreia Dias em “Beijin na Nuca” seguido dos irmãos do Wild Belle – que já foi tema da coluna – em “Shine”.  Agora, dois clássicos: “Amor, Meu Grande Amor”, em releitura de Lucas Santtana para a coletânea Coitadinha Bem Feito – As Canções de Ângela Ro Ro, organizada pelo DJ Zé Pedro que grava somente mulheres no selo Jóia Moderna, e “Take Yo’ Praise” em versão original de Camille Yarbrough, gravada em 1975, mas que se tornou mais conhecida na faixa sampleada pelo estrelado Fatboy Slim.

Agora, em primeira mão, a canção “Tão Feliz” do disco Vazio Tropical, do catarinense Wado, que canta em cia de Marcelo Camelo e tem sequência em Cícero – que também participou do disco do Wado – cantando “Barely Legal”, do Strokes, para a coletânea Is This Indie. Da cena hip hop, duas grandes figuras, Frank Ocean e Emicida, marcam presença com “Sweet Life” e “Eu gosto dela”, respectivamente. Espaço, muito espaço para o monstro da MPB, Tim Maia, cantando em inglês no soulzão “Let’s Have a Ball Tonight” da coletânea Nobody Can Live Forever: The Existential Soul of Tim Maia, lançada em 2012 pela gravadora Luaka Bop de David Byrne.

Depois de Clarice Falcão em “Eu Esqueci Você”, tem um set mais balançado com Noah and the Whale, Little Boots, Mr. Little Jeans e Kisses pra desembocar na tensa “Nó Molhado”, da baiana Márcia Castro, e o folk triste “Where The Heart Is” dos curitibanos Rosie and Me.

Pra finalizar, o toque francês de Claire Denamur (In the Mood for l’Amour), o jazz da alemã Caro Emerald (Completely), “The Last Trick” com a norueguesa Anja Garbarek, a carioquice do Mutuca Bacana (Canção pra Dois) e o duo dinamarquês Quadron (Neverland) que em maio jogou nas prateleiras o disco Avalanche, numa mistura sonora que lembra bastante a rainha dos climas a dois: Sade


Comentários