Ir para conteúdo

Salva- vidas

Fotos: Felipe Haua
|
Texto: RIOetc

Esse é o Patrick Araujo, um jovem de 21 anos que parou sua carreira de modelo para fazer um bem maior para o mundo. Depois de estudar e trabalhar um tempo como modelo em uma escola em Madureira, ele conheceu a ONG Aldeias Infantis, que tem como objetivo ajudar mulheres e crianças que foram vítimas de exploração e abuso sexual. O objetivo do projeto é dar aos jovens um lar adotivo, e uma vida melhor. Hoje, ele trabalha nas ruas como captador de recursos  se sente mais feliz e sente que está fazendo mais pelo mundo assim.

Além de ser um cara bonito e muito bacana, o Patrick tem um estilo muito pessoal e que chama atenção de longe. Ele contou que busca muitas influências da gringa e principalmente dos negros do Brooklyn, tentando tenta adaptar ao clima do Rio. Falando em negritude, o menino contou que estava muito animado com o Mês da Consciência Negra, já que é uma forma de fazer todo brasileiro prestar atenção no povo negro, seja para celebrar, pensar, lembrar da história e perceber o quanto crescemos e onde já chegamos e onde ainda podemos chegar. Passamos pela escravidão, que deixou vestígios e sequelas, que um jovem negro sente na pele diariamente quando sai na rua e é necessário falar sobre isso para poder mudar e crescer como povo e nação.

 

Comentários