Ir para conteúdo

Para falar de flores

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

@paulacosta.art

Nem todos os artistas do Artrio se encontram perto de seus estandes. Entre os visitantes, não é difícil achar pessoas que brilham os olhos com a oportunidade de expor na feira. A Paula Costa, artista plástica, “transborda” seu talento através de bordados em flores, com palavras que remetem à dicotomia entre infinito x transitório e matéria x efemeridade.

Para criar seu próprio drink Canvas, no Bombay Bar, foi impossível deixar as próprias referências de lado: “eu escolhi o hibisco porque me remete muito à pétada da flor e laranja é terra, substância orgânica, dois elementos que fazem muito parte do meu trabalho”.

Comentários