Ir para conteúdo

Mordente

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

Personagem em dose dupla vale? Fabíola Trinca, figurinista, tingidora natural e criadora Studio Trinca, desde 2017 tirou do papel a vontade de resgatar técnicas e processos manuais na produção têxtil. A busca por esse caminho, segundo ela, “é porque não dá mais pra fazer de outro jeito”.  Ano após ano, o Studio produz duas coleções cápsulas diferentes, mas que dialogam entre si. A última, feita em parceria com a artista Hildebranda, levou o nome de “Paixão Mordente” e ressignificou peças de brechós garimpadas aqui no Rio e em São Paulo.

Do material coletado, uma parte se transformou em peças de roupas, que ganharam uma coloração de pigmentos vermelhos, lilases e rosas, além dos bordados e poemas inéditos de Hildebranda. Já a outra parte, transformou-se em obra de arte, que pretende questionar os limites da moda e arte. Quando deixa de ser um, e passa a ser o outro?

Nos últimos meses, a dupla apresentou o projeto na Casa Garimpório, Casa Ann Arbor e Casa Ipanema. E agora? Onde mais vocês gostariam de ver a coleção?

Comentários