Ir para conteúdo

Moda onçática

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

@jessicassqueiroz

Quem conhece o RIOetc sabe que somos suspeitos: adoramos uma folia, um carnaval e um Amigos da Onça. Não à toa, contamos há pouco tempo sobre o crowdfunding que a galera tá organizando. E pras nossas fotos apresentando as tatuagens atóxicas em parceria com a Le Petit Pirate, conhecemos a Jessica Queiroz, oncete ofical, dançarina, professora e coreógrafa.

“Hoje em dia, minha relação com carnaval está num lugar de trabalho. No início era só uma diversão, eu conheci os blocos até um pouco tarde, em 2013, e fui entendendo um pouco mais dos movimentos de carnaval de rua e outros blocos que eu desconhecia. Do meio dessa diversão, juntaram oportunidades de combinar o meu trabalho – que é a dança – e o carnaval de rua. Algo que eu nunca tinha experimentado antes e foi virando o sentido da minha vida. Um lugar de encontro do que faz sentido pra mim em relação à dança, arte e como eu gosto de estar no espaço publico. A partir disso, essa relação foi se construindo de uma maneira orgânica e foi o lugar onde eu tive mais abertura e consegui espaço pra me jogar na dança. Hoje em dia, o Amigos da Onça que é o bloco onde eu mais trabalho e tenho presença, foi o que me deu maior espaço junto com as outras meninas da dança, as oncetes, e dividimos com os músicos esse espaço. A construção da aula de dança faz muito sentido pra gente por conta disso. Com muita garra e selvageria, a gente criou e lutou por esse espaço pras mulheres. Não é porque estamos de maiô e de meia arrastão que estamos querendo que os homens cheguem perto, mas mostrar o que é verdade pra gente dentro desse carnaval, o que queremos construir. É lindo! A cada ano tentamos mais coisas e novas ideias pra levar pra rua. A oficina de dança ainda me deu mais um espaço pra usar o que aprendi na universidade e, junto com a Bruna, estamos lançando a moda onçatica dentro do carnaval. É uma relação hoje mais de trabalho – mas lógico que não deixo de me divertir e aproveitar!

Além disso, a relação com carnaval também me deu abertura pra caracterização que eu nunca tinha tido antes, um lugar muito significativo, inclusive pra maquiagem. Fico experimentando muito essa maquiagem artística. O que era só um nariz e bigode, hoje virou um outro lugar de criação. E as tattoos supercomplementaram a caracterização, principalmente a de onça.”, conta.

A gente te convida a pular essa folia com a Jéssica, com a gente e com a Le Petit! As tattoos dos últimos anos e as da nova coleção estão disponíveis no site da Le Petit Pirate e aqui na nossa loja, Largo dos Leões, 81C, Humaitá. <3

Comentários