Ir para conteúdo

Davi, diva

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

@rafamon

O que você queria ser quando crescesse? Davi, de 11 anos, quer ser uma drag queen que faz caracterizações de maquiagem em Hollywood. Desde já, a artista plástica Rafa Mon, incentiva que o filho persiga seus sonhos: “o ser humano não pode satisfazer suas vontades no filho. Obviamente eu coloco limites, mas se a forma em que ele se expressa não faz mal a ninguém, por que não?”

Hoje, 17 de maio, comemora-se o Dia Internacional do Combate à LGBTQfobia. Neste mesmo dia, em 1990, a OMS passou a desconsiderar o termo “homossexualismo” e a homossexualidade foi retirada do catálogo de doenças da organização. Em homenagem à data, a artista pretendia lançar um painel, inciado no dia das mães e finalizado hoje, mas infelizmente, o preconceito barrou a iniciativa. Para 2019, e para o futuro, a gente deseja que mãe e filhos como a Rafa e o Davi possam ter mais espaços para expressar sua arte <3 Lembrem-se: ser gay não é uma escolha, a homofobia é.

Comentários