Ir para conteúdo

Muito prazer, Yoga Body Rio

Fotos:
|
Texto: RIOetc

[Tiago Petrik]

Marisa Paska nasceu em Nova York, e morou em Washington e Los Angeles antes de deixar seu país natal. Ainda tentou a Grécia, Costa Rica, Nicarágua, Samoa e Inglaterra. Carimbou seu passaporte em 35 países antes de completar 23 anos, quando desembarcou no Rio, há três verões, e enfim achou seu lugar no mundo. Formada em Comunicação, trabalhou no mundo corporativo, mas o encontro com a Cidade Maravilhosa também marcou o início de um novo negócio, o Yoga Body Rio. “Quero mostrar que a prática de yoga e meditação podem fazer você viver melhor, sem que tenha que abrir mão de sua vida ou de outras coisas que você também gosta, como sair pra tomar uma cerveja”, diz.

Como professora, sua formação é em Vinyasa flow, com base em Ashtanga Iyengar e Vini yoga. Mas o que diferencia seu business é a conjugação de yoga com luxo – ela promove viagens para lugares paradisíacos, de imersão completa no bem-estar proporcionado pela prática e pelo ambiente. Como clientes, atualmente o maior número é formado por gringos, mas ela pretende que cada vez mais brasileiros embarquem nas turmas  – o mundo corporativo que Marisa já conhece dos tempos de Marketing é um mercado potencial, com grupos de executivos dedicados a spas para limpar a mente das preocupações rotineiras.

Os roteiros podem incluir, por exemplo, a deliciosa combinação de surfe e yoga em Itacaré. A ideia é acordar todos os dias durante uma semana num hotel boutique na praia baiana. As aulas de yoga e as refeições gourmet têm como objetivo preparar o aluno para passar o dia nas ondas. Isso sem falar das massagens e sessões de meditação entremeando os passeios pelo paraíso. Custa pouco mais de R$ 6 mil, com grupos restritos a no máximo 17 participantes e saídas em junho, julho, outubro e dezembro já planejadas.

Além de Itacaré, Marisa vai a Algodões, também na Bahia, para um retiro de yoga com AfroVibe, dança franco-brasileira que, segundo a professora, “utiliza o conhecimento em anatomia, cinesiologia e biomecânica para oferecer coreografias originais que tonificam braços, quadris e glúteos”; ou ainda passar uma semana a bordo de um veleiro na Costa Verde, entre Angra e Ilha Grande. Este último roteiro, restrito a apenas seis participantes, custa R$ 11.600, e tem saídas previstas para agosto e setembro. Outras viagens igualmente surpreendentes já passam pela cabeça fervilhante de Marisa.

Em outra frente, ela aposta em academias físicas a preços superacessíveis – porque luxo, afinal, é praticar! No segundo semestre, o Yoga Body Rio pretende abrir uma casa na Zona Sul e outra no Centro, em que os alunos não pagariam mensalidades, e sim o valor da hora/aula, previsto em R$ 15. Tem uma hora de almoço um pouco mais elástica? Só chegar, praticar e um abraço. Tudo pra facilitar. “E os retiros também são pra todos, de iniciantes até yogis ‘profissionais’”, diz. “Independentemente de seu nível, garanto que cada praticante vai ter no mínimo uma viagem incrível”. Feche os olhos, imagine e flutue.

Fotos: Tiago Petrik

Comentários