Ir para conteúdo

Uma joia de casinha

Fotos:
|
Texto: RIOetc

[Tiago Petrik]

Do lado de fora, o cenário da Lagoa chama muito mais atenção que o predinho marrom, baixo e antigo. Quando se adentra a portaria, o conjunto art-déco com corrimão dourado da escada se destaca. E subindo essa escadinha, nos fundos – mas com vista lateral para o Cristo – fica o solar apartamento que serve de casa e ateliê para a designer Ana Porto.

Ela se mudou para lá há cerca de um ano, quando juntou sua escova de dentes à de Filipe Maldonado. “Estava bem detonadinho quando o Filipe encontrou, mas a luz que entra nos deu certeza de que ficaria ótimo”, conta Ana. Refizeram o piso, agora de cimento; derrubaram a parede de um quarto, ampliando a sala; e abriram parcialmente outra, fazendo uma cozinha americana. “Nosso programa preferido é receber amigos e cozinhar. O Filipe cozinha, eu faço os drinks”, diz a designer, que trocou as roupas pelas joias há um ano e meio – como estilista, criou para À Colecionadora, Totem e La Estampa.

O novo negócio vai bem, obrigado. Além do cantinho da sala, Ana atende e dá expediente na Casa XX, no Jardim Botânico: “Fica mais prático para algumas clientes ir até lá, e eu aproveito para arejar a cabeça e trocar ideias com os demais co-wokers”. E ali pertinho, na Dona Coisa, também tem uma prateleira com criações feitas exclusivamente pra multimarcas.

Embora o desenho das peças de Ana seja limpo e geométrico, a grande influência na decoração do ambiente vem da África. O pai de Filipe, moçambicano, trouxe inúmeros objetos do continente natal. O casal também esteve no Marrocos, onde comprou tapetes. E Ana, que já passou uma temporada londrina, garimpou nas feirinhas locais alguns pequenos tesouros. Numa das paredes, mais uma referência familiar, os desenhos de sua irmã, que ela perdeu há pouco mais de um ano. “Boa parte das coisas aqui é herdada. Claro que outras foram compradas novas, mas tudo tem a ver com a gente, não é aquela coisa de apartamento decorado por arquiteto”, explica Ana. Quem der play nas setinhas vai ver tudo em detalhes.

A casa vai continuar de portas abertas para quem marcar, mas em breve vem aí a loja online. Pra visitar de qualquer canto do mundo.

_DSC3870 cópia

Fotos: Tiago Petrik

_DSC3854 cópia _DSC3855 cópia _DSC3859 cópia _DSC3862 cópia  _DSC3975 cópia_DSC3872 cópia _DSC3885 cópia _DSC3896 cópia _DSC3908 cópia  _DSC3929 cópia _DSC3943 cópia _DSC3919 cópia_DSC3958 cópia _DSC3960 cópia  _DSC3843 cópia

Comentários