Ir para conteúdo

A alma da Casa, volume 2

Fotos:
|
Texto: RIOetc

Fotos: Juliana Rocha e Tiago Petrik

Nossa seção Indoor desta vez é um pouco diferente. Em vez de entrarmos em uma casa, escritório ou ateliê, fomos a vários. Está tudo aqui reunido, pra quem der play nas setas.

Essas visitas aconteceram a pedido da Ipanema, como parte do projeto “A alma da Casa“, que teve sua primeira edição em fevereiro, e volta agora, com mais 14 ambientes de pessoas que têm relação com o bairro de Ipanema. São eles: o fotógrafo Demian Jacob, o diretor de arte da 6D Beto Martins, a publicitária Lara D’Ávila, a estilista Luiza Botto, a sócia da multimarcas Sala de Estar Marcela Ceribelli, o músico  Marcos Coutinho – o Qinho, a ilustradora Marina Papi, a designer e ilustradora Patrícia Sodré, o sócio da Rádio Ibiza Pedro Salomão, o artista plástico Peu Mello, a consultora de moda Renata Abranchs e nosso editor Tiago Petrik, o fotógrafo Rodrigo Esper, a retail designer Valentina Falk e a chef Zazá Piereck, do Zazá Bistrô.

Amanhã o projeto tem seu lançamento oficial, com um coquetel aberto ao público, a partir das 18h30. Além das nossas fotos, também ajudam a contar essa história alguns objetos emprestados pelos donos das casas clicadas, que aparecem em vídeos nos quais contam de sua relação com o bairro. Abaixo, o texto de apresentação:

“O ano de 2014 vai ficar marcado como aquele em que Ipanema ganhou uma casa para chamar de sua.

Em fevereiro, quando essas portas se abriram, a rua foi convidada a se integrar, subindo pelas paredes em pedras portuguesas. E a rua entrou. Teve de tudo: palestras e cursos, lançamentos de livros, shows de música, exposições de artes plásticas, eventos de moda. Abraços. A cidade se apropriou da casa, como era pra ser. Enfim o famoso “passa lá em casa” do carioca foi levado a sério.

Reformulando a frase do primeiro parágrafo, o ano de 2014 vai ficar marcado como aquele em que Ipanema ganhou uma casa para chamarmos de nossa.

Naquele mês de abertura, foi apresentada aqui a exposição “A alma da casa”, que agora ganha sua segunda etapa. São mais 14 casas-personagens que nos ajudam a entender um estilo de vida tão próprio – este nosso, ipanemense. Ainda que Ipanema, neste caso, se espalhe por outros bairros. Porque, afinal, é bem típico dessa Cidade Maravilhosa sair da praia e emendar no barzinho, na festa, na reuniãozinha – até no trabalho. Cada espaço aqui retratado, pode acreditar, tem no mínimo um grãozinho de areia carregado por cada pé.

Então, precisa dizer?, sinta-se em casa. Você é a alma, é o que dá sentido a ela.”

Todos convidados, tá? Nos vemos por lá. O endereço você já sabe: Garcia, 77.

Comentários