Ir para conteúdo

nana e Copacabana

Fotos: Jonathan Gobbi
|
Texto: RIOetc

Quando dizem que o Rio mexe com as pessoas, não é sem fundamento. Até quem nunca teve o privilégio de morar por aqui tem uma relação especial com a cidade. Como a nana, baiana, que traz o Rio como morada do coração, inspiração e cenário do novo clipe. A artista hoje mora em Berlim, mas acaba de lançar o clipe de “Copacabana”, o primeiro do novo álbum – que será lançado em setembro – “CMG-NGM-PDE”, e que se passa em Copa.  “Mesmo sem ter passado muito tempo seguido na cidade, os caminhos sempre pareciam me levar para o Rio, seja através de amizades, amores, família. O Rio sempre me atraiu muito, desde a primeira vez que vi, do avião, as montanhas em meio à neblina. Ainda é uma das minhas imagens preferidas, e continua sendo a cidade mais bonita que eu conheço”, conta.

O novo disco veio justamente como um reflexo da nova fase: “eu estava um pouco perdida, me sentindo muito só e precisando encontrar uma nova voz. Na época, meu primeiro disco “pequenas margaridas” (2013) me parecia um sonho distante, que não fazia mais sentido. Eu tinha saído do meu quartinho, ido para o mundo, virado imigrante. Foi tudo muito abrupto, e eu tinha tanta coisa nova pra dizer”. Uma das histórias que conta no álbum é a de “Copacabana”, de um amor que não deu certo, mas com uma melodia festiva ao som do piano, bateria rufada, sopros e sintetizadores. Nana estuda piano e harmonia desde a adolescência e é também a pessoa por trás do piano e arranjo de sopros na faixa.

O projeto conta com a produção dela e do Habacuque Lima, mixagem de Diogo Strauz e participações de Lulina e Felipe S., do Mombojó. “Conheci o Habacuque Lima e foi muito natural chamá-lo pra produzir o disco comigo. A Lulina e o Felipe S. foram escolhas também muito naturais; as músicas parecem ter sido feitas para eles, e são duas pessoas próximas, que admiramos. Começamos a produzir em janeiro (eu em Berlim e o Haba em SP), e em abril eu fui para o Brasil e gravamos juntos no estúdio Trampolim, em São Paulo. Tem sido tudo maravilhoso, uma grande experiência para mim, que estava acostumada a gravar tudo em casa, sem muita troca.”

Comentários