Ir para conteúdo

Moda e sustentabilidade

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

Sustentabilidade é cool. Esse é o lema da Juliana Soares, que ela carrega desde a faculdade no SENAI CETIQT. A Ju é dona da Ecool, marca de acessórios produzidos através de brinquedos reciclados – nós falamos sobre ela aqui, lembra? O que não contamos foi que a Ju teve uma trajetória grande dentro da moda pra chegar até a marca dela. “Quando eu entrei na faculdade, eu fiz Indumentária na UFRJ, mas eu sempre quis fazer Moda. Na época, meus pais não podiam pagar, então eu fui fazer a pública. Terminei, fui morar fora e quando voltei eu pude pagar. De todas que eu tinha pesquisado, eu sempre quis fazer SENAI CETIQT, porque eles têm a melhor estrutura e são mais voltados pro mercado. Como eu já tinha tido essa experiência mais histórica e teórica na UFRJ, eu queria algo mais prático”, conta Ju.

“A parte de estrutura no SENAI CETIQT você não encontra em outros lugares. Foi o que me fez ir pra lá. Todas as máquinas e equipamentos dos sonhos, tudo que você queria ter no seu ateliê. Ter essa estrutura toda lá é essencial e todas as aulas aproximam muito do dia a dia. Na época eu trabalhava no Cantão e via tudo aquilo da faculdade em prática no Cantão.” A relação com os professores ela carrega até hoje. “A Ana Paula Carvalho foi minha orientadora e eu fui monitora de Indumentária dela. Eu a quis como minha orientadora, mesmo ela não tendo muita experiência na área de sustentabilidade. Mesmo assim meu projeto saiu muito legal e foi uma troca muito boa. A gente se acompanha até hoje. E hoje ela já orienta outros estudantes com projetos nessa área.”

O SENAI CETIQT não só trouxe a prática pra perto, como abriu portas. “Antes eu só conseguia trabalhar em show, teatro, não conseguia entrar no mercado de moda. E desde que eu entrei no SENAI CETIQT, consegui trabalhar mesmo no mercado, trabalhei na Animale, Cantão, fui repórter da Heloisa Marra. Dá um peso no currículo.” A vontade de ter a marca própria também surgiu na faculdade de Moda. Teve aulas sobre sustentabilidade que despertaram um interesse enorme pelo assunto. Dali, decidiu fazer seu projeto final em sustentabilidade na moda. “A Fernanda Cortez, do Menos um Lixo, estava na minha banca e ela me disse que se eu fosse criar uma marca teria que ser algo muito diferente, que tirasse totalmente este estigma de sustentável. Isso em 2015, e em 2016 lancei a Ecool.” E foi só sucesso!

O vestibular para o curso de Moda já está com as inscrições abertas, com início do ano letivo em fevereiro de 2018.

Comentários