Ir para conteúdo

Thais sem fronteiras

Fotos: Wendy Andrade
|
Texto: RIOetc

@thisisthaix

A Thais Sales é bem viajada: com apenas 23 anos, já rodou por 10 países, incluindo um intercâmbio na Austrália e um mochilão pela Ásia. “Se pudesse viveria cruzando fronteiras e aprendendo mais sobre outras culturas, conhecendo pessoas e aprendendo sobre elas.” Como ela (ainda) não pode viver fazendo isso, a Thais cruza fronteiras e descobre novas culturas através do coletivo de cinema negro e periférico K’beça d’ Nega. “Colaboro como tradutora e auxiliar de áudio, o que tem me colocado mais em contato com minha ancestralidade e me ajudado a compreender a realidade dos jovens negros no país que a gente vive através dos depoimentos e histórias de vida que retratamos nos nossos projetos.” Aproveitamos pra perguntar o que ela tem ouvido e por onde tem rodado aqui no Rio. Anota aí pra ouvir: Robert Glasper, Dave Brubeck, Alice Coltrane, Sabotage e Tassia Reis. E pro rolê: O/NDA, Parque das Ruínas, Morro da Conceição e Cantareira em Niterói.

Comentários