Ir para conteúdo

O multicoisas Homem de Aço

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: RIOetc

Quem passa pelo Humaitá certamente já avistou Anatólio Silva, 56 anos – “mais de 30 no Rio”.

O mineiro de João Monlevade e é muito mais que um camelô. Transporta seu variadíssimo estoque a bordo de uma bicicleta, adaptada para a função de expositor.

Apenas nos últimos sete anos trabalha na rua. De três pra cá assumiu o personagem Homem de Aço, criado por ele.

– É inspirado nas armaduras medievais? – pergunto.

– Não. Fui construindo aos poucos e acabou ficando assim – explica.

Feita com ralos de pia produzidos pelo próprio, à mão, entre um cliente e outro, a fantasia tem função tripla: mostruário, ferramenta de Marketing e segurança. “É mais difícil virem me roubar assim, porque chama mais atenção”, explica. “Roubar”, no caso, é levar uma dura da Guarda Municipal em alguma ação de ordem pública contra ambulantes.

Antes de ocupar as calçadas, Anatólio tinha uma loja “de tudo” na Lapa. Pegou fogo.

Comprou estoque novo, mas não tinha grana pro aluguel. A bike virou ponto de venda. E todos os dias ele vai do Centro, onde mora, até o Humaitá. Depois volta, sempre no pedal. A bicicleta que ele usa pra pedalar, porém, fica numa garagem enquanto trabalha. “As ruas estão muito esburacadas. Já perdi muito produto por causa disso”, explica. Então a bicicleta/expositor fica na mesma garagem, pós-expediente, ocupando a vaga. Assim não precisa transportar o estoque.

Além de ralos de pia – claro – lá você encontra o que imaginar. Pilhas, mata-moscas, bucha natural, agulha, panela para fazer cuscuz, varal, carregador de telefone… Uma Multicoisas no meio da rua.

Nos breves minutos da nossa conversa, Anatólio vendeu três produtos.

– É assim o dia inteiro ou eu estou trazendo sorte?

– É porque quando alguém vê uma pessoa conversando com outra, isso gera interesse: “opa, deve ter alguma coisa boa aí”. Então elas param e prestam mais atenção. Acabo vendendo mais.

Uma espécie de post viral ao vivo, pensei. Faz sentido.

Segui viagem porque também tenho uma lojinha pra cuidar. Mas voltei com a lição de Marketing gratuita.

Comentários