Ir para conteúdo

Liberdade

Fotos: Bel Corção
|
Texto: RIOetc

@matheuspasquarelli

” Sou da Zona Norte de São Paulo, formado em Design Gráfico e atualmente trabalhando como modelo. Eu sempre fui apaixonado por moda e ser modelo foi a realização de um sonho, eu colocava muitos empecilhos que me impediam de me tornar o homem que eu sou hoje. Todas as características são representações muito significativas e importantes, pois eu me considero o verdadeiro processo de identidade e amor próprio. É muito importante nós sermos quem somos e de extrema responsabilidade transmitir essa visão para outras pessoas. Por muito tempo vivia dentro de um ciclo que não fazia parte da minha cultura, e hoje ela está viva dentro de mim e tenho o maior orgulho por ter me tornado quem sou. Eu amo o homem negro que eu sou e a cada dia me enxergo em um homem poderoso, e a minha maior luta é ocupar da forma que eu sou. Nenhuma agência me aceitava pelo meu estilo de cabelo, sempre queriam me padronizar de um estilo que não faz parte de mim, moldar o meu cabelo e entre outros… Eu procurei a minha própria estabilidade, fui independente em toda a minha caminhada e mostrei para eles que eu posso ser exatamente o que sou. E hoje em dia o jogo virou, mas ainda tem muita coisa para acontecer, não quero ser mais uma porcentagem, precisa ter mais, eu sou um exemplo de resistência, vivência e quero fortalecer aqueles que não acreditam em si como um dia eu também não acreditei. Eu tenho essa responsabilidade carregada dentro do meu peito, só nos sabemos como as portas são fechadas, mas chegou o momento de não nos calarmos e ocuparmos. Eu sou a própria representação de um corpo negro que resiste, e sonha em alcançar lugares onde não tinha acesso, eu posso ser o que exatamente quiser.”

Comentários