Ir para conteúdo

Conexão

Fotos: Wendy Andrade
|
Texto: RIOetc

@rafaella.jpeg

“Sou potiguar, mas moro no Rio há 16 anos e acho que, até hoje, continuo olhando a cidade com o olhar de quem vem de outro lugar. Em breve, me formo em Design de Moda e para desenvolver o meu projeto final, consegui abertura na faculdade para pesquisar sobre a representação da mulher negra em publicações de moda. Sinto vontade de desmembrar essa pesquisa em outros estudos, por isso, acabei de fazer o primeiro intensivão do Puxadinho. Foi a primeira vez que a Carol Delgado fez um curso de ‘longa duração’. E virou uma rede de afetos. Falamos sobre identidade, possibilidades, sobre o que desejamos fazer e acho que foi um momento de conexão. Foi um encontro pra reacender nossas potências. Aquele lugar é um verdadeiro atelier de possibilidades. Entre tantos saberes e vivências partilhadas, saí de lá com a urgência de criar o meu primeiro diário de campo. Não quero me sentir automatizada com a pesquisa, e talvez essa seja uma forma de me lembrar que são processos e me sentir afetada por eles.”

Comentários