Ir para conteúdo

Caio Guimarães

Fotos: Wendy Andrade
|
Texto: RIOetc

@caioguimaraees

“Para mim o racismo acontece em diversas vertentes. O racismo acontece quando os olhares no trem me fuzilam por eu ser negro e gay. E eu ouço que sou um negão bonito, porém não represento a cor por ser gay. A repressão com as minhas roupas, pessoas brancas se acham melhores porque se consideram melhores vestidas que eu. Mas diante de toda a dificuldade, a moda levantou a minha autoestima. Eu ergo a cabeça e desfilo, não só no tapete vermelho, mas na passarela da vida. Me acho lindo, tenho certeza que sou lindo. E se alguém me olha e enxerga algo de errado, eu aviso logo que errado é o preconceito e o racismo enraizado que gente branca insiste em negar. Um beijo, sou Caio.”

#sobreserpreto

Comentários