Ir para conteúdo

Muito prazer, D.uas

Fotos: Tiago Petrik
|
Texto: Tiago Petrik

Essa simpatia aí das fotos é Lia Tavares, uma das metades da D.uas – marca pernambucana que acaba de encontrar pouso na Cidade Maravilhosa. Sim, elas estão na nossa loja, no Largo dos Leões, 81 C (Humaitá). Com a sócia Marina Vitorino, que não veio conhecer o espaço novo porque está às vésperas de um parto, Lia criou a empresa há seis anos. Muita coisa mudou de lá pra cá.

“Eu e Marina somos amigas há 20 anos, dos tempos de escola. Ela foi cursar Design, e eu, Arquitetura. O projeto de formatura dela era sobre estamparia para mobiliário. O meu, sobre mobiliário moderno. A gente sabia que aquilo podia casar de alguma forma, e nos juntamos para criar estampas para móveis”, conta Lia, com seu lindo sotaque recifense.

Muita gente curtia as estampas que elas faziam para os móveis. E muita gente pedia os tecidos para fazer roupas. “A base dos tecidos não era para isso, mas percebemos que havia um nicho. Fizemos uma coleção de apenas duas peças, para testar, e acabou tudo no mesmo dia”, lembra.

Aos poucos, a moda passou a ocupar um espaço maior na empresa. Um ano e meio atrás, as roupas já correspondiam a 70% do faturamento. E elas já não são apenas duas, mas oito. “Tivemos que contratar pessoas para nos ajudar porque não tínhamos nenhum know-how de moda”, diz Lia.

Além da geometria bastante presente nos desenhos – “tem a ver com nossas formações” -, a modelagem é mais reta, menos decotada. “Hoje em dia até fazemos algo mais fluido e orgânico, mas não é tanto a nossa praia. Até porque se encontra muito isso no mercado, em outras marcas. Então usamos a geometria com as cores mais vibrantes. Não temos medo de misturar cores, e quanto mais a gente usar, mais funciona”, conta Lia.

Tudo é aplicado sobre as bases de viscose e linho, mais leves, adequadas ao calor que costuma fazer tanto no Recife como no Rio. “A gente nunca vendeu em ponto físico no Rio, mas a gente sabe que o público daqui curte, porque vendemos muito pelo site pra cá. Quando avisamos que vínhamos pra cá no Instagram, muita gente ficou feliz porque não vai ter mais o frete para pagar. E a ideia é que a gente lance sempre simultaneamente aqui e lá”, anuncia Lia. Bem-vindas!

Comentários